Em cerimônia militar presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, após um ano no comando do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), o Tenente-Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues passa a Direção-Geral para o Tenente-Brigadeiro de Ar João Tadeu Fiorentini.

O evento realizado na manhã desta terça-feira, dia 27 de abril, contou com as presenças dos Oficiais-Generais membros do Almirantado, do Alto-Comando do Exército e da Aeronáutica; comandantes, chefes e diretores de organizações militares.

Após o canto do Hino Nacional, entraram em forma os estandartes das Unidades Subordinadas ao DECEA, acompanhados de seus respectivos comandantes.

Em suas palavras de despedida, o Tenente-Brigadeiro Heraldo citou Henry Ford, que certa vez declarou que “reunir-se é um começo, permanecer juntos é um progresso e trabalhar juntos é a certeza do sucesso”.

Sua trajetória foi inteiramente marcada pela pandemia de Covid-19, com queda drástica dos movimentos aéreos, dificuldades de operação das companhias aéreas, suspensão de deslocamentos e treinamentos de controladores e tripulantes.

No entanto, em meio a esta conjuntura atípica, o Brigadeiro reconheceu o esforço de todo o efetivo. “Com júbilo, vi ao meu lado, homens e mulheres, militares e civis, chefes e líderes talentosos, que, no desempenho das suas funções, souberam agir com inteligência, boa comunicação e trabalho em equipe, o que facilitou o trabalho de orquestrar a execução das atividades atinentes à segurança do tráfego aéreo, vigilância, gerenciamento do espaço aéreo e de apoio ao homem”.

“Conseguimos levar adiante e, nas datas previstas, importantes projetos, como por exemplo o projeto de decisão colaborativa no aeródromo de Guarulhos, Centralização Nacional dos Planos de Voo, implantação e modernização dos radares de fronteira em consonância com os objetivos da Estratégia Nacional de Defesa, dentre tantas outras atividades”.

“No momento em que transmito o cargo de Diretor-Geral, posso afirmar que dediquei o melhor dos meus esforços em todos os níveis de responsabilidade que assumi, sempre recebendo o apoio diligente, irrestrito e incondicional do Vice-Diretor e dos Chefes dos Subdepartamentos do DECEA, dos Comandantes dos quatro Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA), do Centro Regional do Controle do Espaço Aéreo – Sudeste (CRCEA-SE), do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º GCC), do Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), do Instituto de Cartografia Aeronáutica (ICA), da Junta de Julgamento da Aeronáutica (JJAER), do Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ), do Centro Integrado de Meteorologia Aeronáutica (CIMAER) e da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA), que, de forma objetiva, auxiliaram na construção harmônica de mecanismos e alternativas seguras para resolver importantes matérias do Sistema de Controle do Espaço Aéreo”.

“Neste momento de despedida, sinto-me feliz por estar entregando esse valioso cargo ao Tenente-Brigadeiro Fiorentini, amigo companheiro da turma de 77, uma pessoa altamente capacitada e preparada para este desafio. Sua trajetória sempre se caracterizou pelo modo dinâmico e empreendedor com que exerceu suas funções, mantendo o permanente brilho nos olhos”.

Em suas palavras, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Baptista Junior agradeceu a presença de todos e fez uma descrição da história do Serviço de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro, desde os primórdios da aviação nacional com a criação da Diretoria de Rotas Aéreas.

“Durante oitenta anos de existência da Força Aérea Brasileira (FAB), a gestão do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCCEAB), hoje sob a responsabilidade do DECEA, tem sido marcada por intenso profissionalismo e eficiência, sendo motivo de orgulho para todos nós brasileiros”, declarou o Comandante.

Após elogiar e reconhecer o trabalho de todo o efetivo do Sistema, o Brigadeiro Baptista Junior dirigiu-se ao Brigadeiro Heraldo, destacando suas qualidades de liderança e gestão.

Pontuando as principais atividades realizadas em sua gestão, citou “a Concentração dos Controles de Aproximação (APP), a modernização do sistema integrado das Torres de Belém e Confins, além do aprimoramento do aplicativo do FPL BR – EFB (Eletronic Flight Bag), que facilitou, em muito, sua utilização por parte dos usuários”.

“Tenho certeza, Brigadeiro Heraldo, que sua passagem pelo SISCEAB pode ser motivo de orgulho para você e para sua família. Afinal, foram realizações que, junto ao seu efetivo, contribuíram para consolidar o Controle do Espaço Aéreo Brasileiro sem o que a Defesa Aérea do nosso território, missão de todos nós que integramos a Força Aérea, não seria possível”.

“Parabenizo ao amigo pela lealdade com que conduziu as ações no período à frente do DECEA, fazendo votos de muitas felicidades ostensivos à sua esposa Gisele, aos filhos e netas”.

Dirigindo-se ao Brigadeiro Fiorentini, o Comandante da Aeronáutica deu as boas-vindas e reconheceu suas qualidades próprias do cargo que ocupará a partir de agora.

“Com toda certeza sua competência profissional, aliada à sua capacidade gerencial e à abnegação para o trabalho irão guiar seus passos neste nobre desafio de dar continuidade ao desenvolvimento e ao aperfeiçoamento do Sistema”.

“Tenha sempre como norte o foco total em nossa missão de manter a soberania do espaço aéreo e integrar o território nacional com vistas à defesa da Pátria”.

Oferecendo todo seu apoio, finalizou seu discurso dizendo estar convicto de que “sua multifuncionalidade, comprovada ao longo da sua carreira, somada à sua determinação, serão um diferencial de sucesso da missão que ora se apresenta”.

O Tenente-Brigadeiro Fiorentini é natural da cidade Três de Maio, no Rio Grande do Sul, possui mais de 4.800 horas de voo e teve como último cargo o de Chefe de Logística e Mobilização do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas – agora ocupado pelo Tenente-Brigadeiro Heraldo.

Além dos cursos de carreira, o Brigadeiro Fiorentini fez os cursos de Tática Aérea, Piloto de Busca e Salvamento, de Administração de Suprimento e Manutenção e de Gerência de Suprimento e Manutenção.

Dentre cursos civis, destacam-se os de MBA Executivo Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e de MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos – Gestão Institucional Estratégica, realizado na Universidade Federal Fluminense (UFF).

Dentre suas condecorações estão as Ordem do Mérito da Defesa – grau “Grande-Oficial”, Aeronáutico – grau “Grã-Cruz”, Militar – grau “Grande-Oficial”, Naval – grau “Grande Oficial”, Segurança Pública – grau “Grã Cruz”, Judiciário Militar – Alta Distinção; Medalhas da Vitória, do Mérito Marechal Cordeiro de Farias, Militar de Ouro, Mérito Santos-Dumont, do Pacificador, do Mérito Tamandaré, do Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura, do Mérito Integração Segurança Pública do Distrito Federal; e Destaque Operacional Menção Ouro.

Na segunda-feira, dia 26, foi realizado o descerramento da foto do Brigadeiro Heraldo na Galeria de Ex-Diretores do DECEA. Na ocasião, ele destacou a honra em servir ao Departamento e contar com o apoio de todos com quem trabalhou em prol da missão.

Também durante o descerramento, o Brigadeiro Fiorentini destacou a honra de substituir o amigo Brigadeiro Heraldo neste cargo tão importante, à frente de um Departamento tão relevante para a Força Aérea Brasileira.

“Este é um momento marcante. Esta galeria representa não apenas os militares que ocuparam a Direção-Geral, mas toda uma equipe, todo um passado, toda uma história que faz com que o DECEA e a FAB tenham respeito e reconhecimento mundial”, declarou o atual DGCEA.

Fonte: DECEA – Assessoria de Comunicação Social (ASCOM DECEA) Texto: Telma Penteado (RJ 22794 JP) Fotos: Luiz Eduardo Perez

259 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here